Página Inicial» Notícias» Licença maternidade de 4 meses pode deixar mães sonolentas

Licença maternidade de 4 meses pode deixar mães sonolentas

alt O mercado de trabalho é competitivo, e muitas mães se "apressam" para voltar ao batente após darem à luz. No entanto, pesquisadores australianos afirmam que muitas delas ainda passam por extrema fadiga 18 semanas (4 meses e meio) depois do parto, o que poderia comprometer sua eficiência e até sua saúde. As informações são do Daily Mail.

Ashleigh Filtness, da Universidade de Tecnologia de Queensland, estudou padrões de sono e cansaço em mulheres após terem filhos. Ela descobriu que, apesar de as recém-mamães dizerem ter noites estáveis de sono, elas continuavam extremamente cansadas.

"A interrupção no sono influencia as funções diárias, sendo um fator de risco para quem tem tarefas perigosas", disse a pesquisadora. "Nossas descobertas levantam a questão de se 4 meses de licença maternidade é suficiente para garantir que a sonolência tenha diminuído a um ponto controlável antes de elas voltarem ao trabalho."

Mesmo que as 33 mamães australianas da pesquisa ainda tenhm que acordar em média 2 vezes por noite depois de 6, 12 e 18 semanas, o total de tempo dormido era de 7h20 por noite.

As mães americanas dormem, em média 6h53 por noite.

Filtness comentou. "Embora mulheres pós-parto tenham sono interrompido, elas não necessariamente dormem menos. O que percebemos é que as novas mães vão, inevitavelmente, acordar à noite para atender aos seus bebês, e o número de vezes é constante nas primeiras 18 semanas."

Ela reforçou que o estudo quer destacar a importância da qualidade do sono, não da quantidade dormida.

Fonte: Grande FM

 
Amigos procuram por pastor desaparecido em Iguatemi
Familiares e amigos estão a procura de um pasto...
 
Previsão é de pancadas de chuvas generalizadas até 5ª em MS
A previsão para domingo era de tempo estável n...
 
Sem terra prometem bloquear a BR-163 nesta segunda-feira
Varias famílias de Sem-terra, que estão acampa...

U