Página Inicial» Notícias» Funcionário ganha ação contra Bradesco e é readmitido pelo banco após dispensa

Funcionário ganha ação contra Bradesco e é readmitido pelo banco após dispensa

altA Justiça do Trabalho de Campo Grande determinou ao Banco Bradesco reintegrar um funcionário que foi demitido durante período em que estava afastado de suas funções na instituição financeira devido a atestado médico.

“A dispensa ocorrida dentro do período em que o trabalhador estava em gozo de licença médica é nula, já que o contrato encontrava-se interrompido”, manifestou o juiz que julgou a ação.

Por isso, a Justiça determinou que o banco readmita o funcionário, pois não poderia ter dispensado porque o médico tinha ordenado que o trabalhador apresentasse atestado médico. A última remuneração do trabalhador foi de R$ 4.520,99.

Ilegalidade – Para o advogado Henrique Lima, que representa o bancário, casos como esse tem sido comuns. “Os bancos têm realizado várias demissões recentemente e vários desses trabalhadores estão doentes, seja por problemas de LER (Lesão por Esforço Repetitivo), depressão, síndrome de Burnout, ou mesmo por outros motivos de saúde”, considera.

“Isso possibilita, nesses casos, o cancelamento da demissão e o retorno ao trabalho”, explica. De acordo com o especialista, as normas trabalhistas garantem ao trabalhador a segurança de não ser demitido enquanto estiver de atestado médico.

No caso do funcionário do banco, ele procurou a empresa em abril deste ano para apresentar afastamento médico de 15 dias, mas dois dias após procurar a financeira ele foi mandado embora, o que não pode de acordo com a lei.

A assessoria do banco afirmou que a instituição não se manifesta em casos como esses porque o assunto está sob a apreciação judicial.

Fonte: Campo Grande News

 
 
Campanha de vacinação contra a gripe começa dia 22 de abril
O Ministério da Saúde informou nesta quarta-fe...
 
Eldorado-MS, Capital da Melancia inicia colheita 2014
Antonio Costa “Tonheca’, Secretario de Desen...
Banner

U